Consolato Laganá Filho

23/02/1904 Decollatura / / Italia

Infância na Itália. Na Itália, pai era proprietário de armazém de secos e molhados. Migração para o Brasil e trabalho em fazenda de café no interior do Estado de São Paulo. Migração para a cidade de São Paulo e trabalho em fábrica de tecidos. Abertura de oficina para consertos de calçados. Aperfeiçoamento do trabalho e o crescimento da clientela. Reflexos da imigração ocorrida no período pós-guerra. Transformações das ruas comerciais de São Paulo. Especialização na fabricação de calçados ortopédicos, formas de pagamento e distribuição do produto. Casamento, filhos e lazer. Legislação trabalhista relativa à mão-de-obra infantil. A Crise de 29 e suas conseqüências. Perfil da clientela e os costumes da época. A Revolução de 32. Cotidiano atual e lazer. Importância do registro de seu depoimento. Auto-retrato.

Depoimento completo

Maria da Costa Laganá e Consolato Laganá em frente à Igreja da Penha, São Paulo , 1927

Consolato Laganá e modelo com calçado feito por ele, São Paulo , 1965

Família de Consolato Laganá reunida durante o Dia das Mães, São Paulo , 1989

Consolato Laganá em foto tirada na loja dele, na Praça da República., São Paulo , 1978


Memórias do Comércio (234) São Paulo (121) inovação (30) diferencial (56) Calçados (10) origem (86) negócio (95) estratégias (21)